Triatlo feminino dá 1º ouro ao Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Com a dobradinha no lugar mais alto do pódio no triatlo feminino, o Brasil conquistou hoje (27) suas primeiras medalhas no Pan-Americano de Lima. O ouro ficou com Luisa Baptista e a prata com Vittória Lopes. A mexicana Cecilia Perez ficou com o bronze.

Quadragésima nona colocada no ranking mundial da categoria, Luisa Baptista ultrapassou a colega brasileira na linha de chegada. Ela completou a prova com o tempo de 2:00:55, seguida por Lopes, que fez 2:01:27.

A delegação brasileira no Pan-Americana é composta por 485 atletas, em 49 modalidades. São 249 homens e 236 mulheres.

Maratona feminina

Recordista de medalhas na história com maratona feminina dos Jogos Pan-Americanos, o Brasil não conseguiu repetir os bons resultados e ficou fora do podium hoje (27), em Lima, no Peru.

Apesar de liderarem a prova até a metade da disputa, as brasileiras Valdilene Santos e Andreia Hessel não conseguiram manter o ritmo e terminaram na sexta e 12ª posições, respectivamente.

Correndo em casa, a peruana Gladys Tejeda conquistou a medalha de ouro e ainda bateu o recorde Pan-Americano. Em segundo lugar, ficou a americano Bethany Sachtleben, seguido por Angie Rocio Orjuela, que ficou com o bronze.

Das últimas quatro edições da maratona dos jogos Pan-Americanos, o Brasil havia vencido três. Em 2003, o título foi de Márcia Narloch, enquanto Adriana Silva foi campeã em 2015 e 2019. Tradicionalmente, a maratona fecha as competições dos jogos. Neste ano, contudo, a prova é a primeira a dar medalhas.

Divulgação da Noticia – Site Agencia Brasil.EBC.com.br – Edição: Kleber Sampaio – Ivan Richard Esposito  Brasília – Foto Reprodução Imagem Intenret