Prefeitura de Valadares realiza tombamento da praça Aurita Franco Machado

A praça é um marco na história e na representatividade feminina no município

 

Na noite desta segunda-feira (11) a Praça Aurita Franco Machado no centro da cidade foi tombada como patrimônio histórico de Governador Valadares. Na solenidade o Prefeito André Merlo contou com a presença de familiares da homenageada, autoridades, representantes da FADIVALE e da população em geral. “Valadares já tem 81 anos e tem história, precisamos valorizar as pessoas que ajudaram construir e desenvolver nossa cidade e a dona Aurita junto a outras mulheres tem essa representatividade”, afirmou ele.

A ideia do tombamento foi sugerida por alunos do 8° período do curso de direito da FADIVALE orientados pela professora Rosangela Gonçalves Coelho Vilas Boas. Eles então levaram ao conhecimento do Conselho de Patrimônio Histórico que prontamente deu o aval. ”Através de pesquisas de campo nossos alunos tiveram essa percepção para pedir que esta praça fosse preservada a fim de favorecer a identidade dela e a memória local” disse.

Segundo Altino Machado um dos filhos de Dona Aurita esta atitude é uma forma de aprendizado e ensinar a história para as futuras gerações. ”Ficamos satisfeitos com o reconhecimento não só da minha mãe, mas de todas as mulheres que junto dela fizeram diferença na nossa cidade. Gostaria que ela estivesse presente para ver que houve essa valorização de todo esforço e dedicação dela e das companheiras,” exclamou.

O prefeito disse ainda que mais bens estão em análise e mais histórias tendem a ser expostas para que todos os valadarenses fiquem cientes dos fatos que fizeram e continuam a fazer para o desenvolvimento da cidade. “Essa atitude foi realizada hoje e vamos continuar fazendo, reconhecendo essas pessoas que contribuíram para o que somos”, finalizou André.

Praça

A Praça antes tinha o nome de 13 de Maio, no entanto era conhecida como “praça da mulher da boca aberta”. Em 2017 teve mudou para Praça Aurita Machado. Já em julho de 2018 passou por uma restauração, ganhou novo paisagismo, com plantas ornamentais, rampa para cadeirantes entre outros. Hoje recebe os cuidados de voluntários da FADIVALE que fazem a manutenção do local.

Divulgação – por Secretaria de Comunicação e Mobilização Social GV