PCMG cumpre quase 70 mandados em operação no Sul do Estado

Desmantelar uma organização criminosa atuante no tráfico de drogas em Campos Gerais, no Sul do Estado. Esse foi o objetivo da Operação “Backlash” realizada nesta sexta-feira (4) pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Durante os trabalhos, foram cumpridos 12 mandados de prisão e 56 mandados de busca e apreensão. As investigações indicam que o grupo era responsável pelo abastecimento de entorpecentes na cidade.

Segundo o Delegado Eduardo Braga Correa, as investigações começaram há cerca de seis meses. No curso dos levantamentos, o líder da organização foi preso. Constatou-se, ainda, que a esposa dele também exercia papel de liderança, sendo detida na operação. “A Polícia Civil conseguiu demonstrar divisão de tarefas e dinâmica do grupo. Após análise de vínculos e cruzamento de informações, os mandados foram solicitados à Justiça e a operação foi realizada no sentido de finalizar o inquérito policial”, explica.

Drogas, dinheiro, armas de fogo e documentos foram apreendidos no decorrer do cumprimento dos mandados judiciais e, segundo o Delegado, vão robustecer o conjunto de provas. Dos 12 mandados de prisão cumpridos, nove pessoas foram presas na operação e outras três já estavam detidas. Houve, ainda, a prisão de dois homens que estavam com medida cautelar em aberto, por crimes apurados em outra investigação da PCMG, e estavam escondidos em Campos Gerais.

“Backlash”

As apurações da PCMG apontam que o líder da organização pertence a uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios. Foi levantado também que ele estava iniciando campanha eleitoral, com confecção de adesivos políticos. Além de tentar se promover politicamente, o investigado estaria ordenando ataques contra órgãos de segurança.

O termo “Backlash”, usado para denominar a operação, faz alusão ao fenômeno social em que a minoria não concorda com decisão governamental ou de órgãos de Justiça e insurge promovendo ataques de diversa formas, seja no campo da violência ou no campo político. A expressão também é usada em engenharia mecânica, quando uma peça está fora do lugar, provocando desordem em todo o funcionamento.

Efetivo operacional

Aproximadamente 150 policiais participaram da operação. A ação contou com a colaboração da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Alfenas, com seu canil. Houve também o apoio aéreo da PCMG.

Divulgação da Noticia – Fonte Divulgação  ASCOM-PCMG  – Foto reprodução Imagem Internet  ASCOM-PCMG