Patrulha de Fronteira usa tanque e helicóptero para invadir campo de ajuda humanitária no Arizona e prender imigrantes

Os ministérios humanitários do Arizona que atendem aos imigrantes ficaram tristes depois que o governo invadiu suas propriedades. Pessoas foram presas pelos agentes da Patrulha de Fronteira durante a operação no campo ‘No More Deaths’, perto de Arivaca.

Infelizmente, os imigrantes, incluindo crianças, foram separados de seus pais e suas audiências estão programadas para acontecer em meses, enquanto eles ficam detidos em abrigos e campos no México.

De acordo com a organização, foram presos 12 migrantes indocumentados e detidos sete voluntários.

O Arizona Republic relatou que durante a invasão, os agentes da CBP quebraram janelas, portas e destruíram a infraestrutura essencial do campo, bem como suprimentos.

De acordo com o relatório, os agentes estavam armados com rifles e um helicóptero voava baixo, acima deles, tornando impossível ver devido a poeira que levantava. “Aqueles que não tinham documentos dos Estados Unidos foram puxados ​​à força e isolados de suas famílias. Ao longo dos anos, os imigrantes sofreram ao buscar uma vida de digna nos Estados Unidos.

O ‘NoMoreDeath’ compartilhou no Twitter com fotos: “Um voluntário conseguiu algumas fotos do interior do acampamento quando o BORTAC e a Patrulha da Fronteira entraram. Agentes fortemente armados entraram no campo de ajuda humanitária em um tanque Bearcat enquanto os helicópteros circulavam no alto.

Divulgaçao da Noticia – Site BrazilianTimes.com – Fonte Redação Brazilian Times – Foto Reproduçao Imagem Internet – Mensagem Patrulha de Fronteira invade Campo de Ajuda Humanitária pela segunda vez em dois anos. “No More Deaths” divulgou fotos da invasão do governo na propriedade