Pai e filho morrem ao atravessar rio na fronteira

Um imigrante de 25 anos e sua filha, de apenas 21 meses de vida, morreram ao tentar atravessar o rio Grande para entrar nos Estados Unidos. De acordo com as informações, o homem foi identificado como Óscar Alberto Ramírez e a sua esposa relatou que as aguas levaram a menina e ele foi atrás e a correnteza arrastou os dois.

As informações divulgadas pela mídia relatam que o casal e a bebê saíra de El Salvador no dia 03 de abril rumo aos Estados Unidos. O homem trabalhava em uma pizzaria e a mulher estava sem emprego para cuidar da filha.

A mãe de Óscar, Rosa Ramírez, disse que implorou para o filho não deixar o país, mas que o “sonho americano” do rapaz falou mais alto. A maior preocupação do casal, segundo a família, era com o futuro de Valeria, a bebê.

Depois de saírem de sua terra natal, a família ficou em um abrigo em Tacachula, no México, por dois meses a espera de um pedido de asilo nos EUA. Mas devido a lentidão dos procedimentos, eles decidiram atravessar o rio, junto com outros imigrantes.

As buscas pelos corpos foram iniciadas no domingo, dia 23, e na segunda-feira, os cadáveres do homem e da criança foram localizados pelas autoridades. Os corpos estavam à beira do rio, preso a galhos, a alguns quilômetros da ponte de Maramoros, que liga Máxico à cidade de Brownsville, no Texas.

Conforme as imagens divulgadas pela mídia, o imigrante teria alcançado a filha e a colocou por baixo de sua camisa. Tudo indica que eles se afogaram, mas a Unidade Geral de Investigação ordenou uma investigação para determinar as causas da morte.

Divulgação da Noticia Fonte: Redação do Site Braziliantimes.com – Foto Reprodução Imagem Internet Braziliantimes.com