Operação “Cidade Segura” cumpre mandados na região do Vale do Rio Doce

Investigações de registros de disparos, posse e porte ilegal de arma de fogo resultaram na operação ¿Cidade Segura¿, deflagrada pela Polícia Civil de Minas Gerais, quinta-feira (9). A ação contou com a Polícia Militar. Foram oito mandados de busca e apreensão cumpridos no bairro Altinópolis e adjacência, em Governador Valadares, e outros dois no município de Galileia. Ao todo, foi apreendida arma de fogo, munições e aparelho celular.

As investigações começaram após ocorrência de disparo de arma de fogo, envolvendo dois indivíduos em uma disputa entre gangues, no bairro Altinópolis. Pelos levantamentos, a ¿guerra¿ teria sido inflamada devido um homicídio, ocorrido no ano de 2018, de um rapaz que integrava um dos grupos criminosos.

De acordo com a Delegada Verenna Veloso, que preside as investigações junto à Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DEAME), os alvos investigados seriam membros de grupos criminosos envolvidos em disputas por ponto de tráfico de drogas no bairro Altinópolis, em Governador Valadares. “Nos últimos meses ocorreram ações coordenadas na localidade visando reprimir crimes e evitar homicídios”, registra. A Delegada explica que alguns alvos já se encontram recolhidos no Sistema Prisional graças às ações pontuais, coordenadas entre as Polícias. “Já se encontram presos suspeitos por porte ilegal de arma de fogo e de outros crimes, evitando, assim, um dano maior à população”, destaca.

Outras apreensões

Nesta manhã (10), a Polícia Civil ainda cumpriu mais dois mandados de busca e apreensão na cidade de Galileia, localizando arma de fogo e munições.

A Delegada Verenna, que responde também pela delegacia da Comarca de Galileia, esclarece que ¿o caso versa sobre investigações acerca de uma tentativa de homicídio, ocorrida no município de Divino das Laranjeiras¿.

Divulgação da Noticia – ASCOM-PCMG – Foto Internet Divulgação/PCMG