Livros ganham versão em diferentes formatos de leitura inclusiva

2º dia da 13ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e primeiro dia da Flipinha, a programação infantil da Flip (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência lançou quatro livros em formatos acessíveis, que permitem a leitura em língua de sinais, com legenda, com áudio, imagens e leitura simples de texto.

As obras disponibilizadas são Come, menino, de Letícia Wierzchowski; A Mulher que Matou os Peixes, de Clarice Lispector; Um Sonho no Caroço de Abacate, de Moacyr Scliar e A Aldeia Sagrada, de Francisco Marins.

Os materiais podem ser acessados no portal da secretaria. Ao total, o governo do estado já disponibilizou 13 livros dentro do programa Leitura Inclusiva.

Além das obras, o projeto realiza oficinas para sensibilizar e instrumentalizar os profissionais da educação, cultura, assistência social e bibliotecários em relação às possibilidades da leitura inclusiva.

Divulgaçao da Noticia – Site AgenciaBrasil.EBC.com.br – Edição: Lílian Beraldo – Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil – São Paulo – Foto Reproduçao Imagem Internet – Tânia Rego – Agencia Brasil