Juíza que ajudou imigrante fugir de agente do ICE pode ir à julgamento

O caso contra uma juíza do estado de Massachusetts acusada de ajudar um imigrante indocumentado a sair escondida de um tribunal para escapar de um agente do Departamento de Imigração e Alfândega (ICE, sigla em inglês) pode terminar em um julgamento, de acordo com um juiz federal.

O juíz Leo Sorokin rejeitou a tentativa da juíza Shelley Joseph, do Tribunal Distrital de Newton, de evitar julgamento por obstrução e conspiração. Um julgamento poderá acontecer, mas nenhuma data foi definida ainda.

Shelley e o ex-juiz Wesley MacGregor foram acusados ​​no ano passado por acusações de ajudar o imigrante a escapar após uma audiência sob acusações que incluíam porte de drogas.

As autoridades dizem que um agente de imigração estava no tribunal para deter o homem que foi ao local, em abril de 2018. O dominicano foi deportado duas vezes e impedido de reentrar nos EUA até 2027, de acordo com os promotores. Mas a ação da juíza conseguiu retirá-lo do tribunal sem que o agente de imigração percebesse.

Os promotores afirmaram que o funcionário de Shelley pediu ao agente que deixasse a sala do tribunal e lhe disse que o suspeito seria libertado no saguão. Em vez disso, após a audiência, MacGregor levou o réu até a escada e o deixou sair pela porta de trás.

O homem foi pego pelas autoridades de imigração cerca de um mês depois.

Divulgaçao da Noticia – Site BrazilianTimes.com – Fonte Redação Brazilian Times – Foto Reproduçao Imagem Internet