Ipsemg oferece tratamento para problemas oculares

Clínica conta agora com estrutura moderna para o atendimento aos servidores estaduais

A clínica oftalmológica do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) tem sido referência no atendimento em diferentes problemas de visão. A unidade oferta tratamento a beneficiários nas áreas de glaucoma, retina, plástica ocular, uveíte, estrabismo, visão subnormal, neuro-oftalmologia, córnea e tomografia, ecografia ocular.

No último ano, a clínica realizou quase 29 mil consultas em oftalmologia geral e nas subespecialidades já mencionadas, além de urgências. A assistência a bebês com retinopatia da prematuridade é um diferencial, pois não há muitos especialistas nessa área restringindo o atendimento a algumas instituições de saúde em Belo Horizonte, conforme destaca o médico e coordenador da clínica, Aldemar Castro.

No rol de procedimentos oferecidos pela clínica estão vários tipos de exames e cirurgias. Mais de 31 mil exames diagnósticos e terapêuticos foram realizados somente no último ano, além de 2.087 procedimentos cirúrgicos como catarata, implantes de anel intraestomal, injeção intravítrea, pterígio, pequenos tumores, reconstrução orbitária, desobstrução lacrimal, ptose palpebral, entre outros.

Segurança do Paciente

Com o trabalho permanente do Núcleo de Segurança do Paciente (Nusp), que atua nas unidades assistenciais do instituto, pacientes da clínica oftalmológica também têm segurança e qualidade nos procedimentos realizados. O núcleo é o responsável pelas ações que garantem a observância do Protocolo de Identificação do Paciente. Isto é, no início do atendimento, ele recebe uma pulseira de identificação, garantindo sua segurança na realização do exame ou procedimento.

“Além de atender à legislação, o Programa Cirurgia Segura do Nusp resguarda não só o paciente como também a equipe assistencial”, salienta a servidora da oftalmologia, Suely Cândido.

Estrutura

A clínica oftalmológica do Ipsemg iniciou suas atividades nos anos 1960 e, desde então, vem crescendo e ganhando relevância em Minas Gerais, por sua capacidade de atender variadas demandas dessa especialidade médica. O corpo clínico é formado por 28 oftalmologistas, entre estes oito doutores e dois mestres, especialistas em diferentes patologias. Outros 12 médicos residentes, além de profissionais da área de Enfermagem e de apoio administrativo atendem de segunda a sexta-feira no Centro de Especialidades Médicas (CEM), na região hospitalar de Belo Horizonte.

Para isso a estrutura física é composta por sete consultórios, quatro salas de exames e procedimentos e um centro de cirurgia ambulatorial equipados com modernos aparelhos.

As consultas são agendadas pelo sistema on-line, acessível no www.ipsemg.mg.gov.br, em sua página principal, ou pela central LigMinas 155.

Site Agencia Minas – Divulgação Ipseng