Idoso imigrante é humilhado por usar boné com slogan de Trump na Flórida

Uma mulher identificada por Laura Torres “o mandou voltar para o seu país de origem”

Matthias Ajple, 43 anos, foi preso por supostamente agredir um homem de 67 anos que usava um boné com o slogan “Make America Great Again”, usado na campanha do presidente Donald Trump.

O incidente ocorreu em um bar chamado “Hurricane Grill”, em Vero Beach (Flórida), onde o acusado supostamente bateu no boné e disse à vítima para ele “voltar para a Rússia, seu idiota comunista”. Depois disso cuspiu nele.

De acordo com o relatório policial, Robert Youngblood estava sentado com dois de seus amigos que testemunharam o ocorrido. Após ser agredido, a vítima seguiu o agressor e anotou a placa do veículo quando o suspeito fugiu do bar.

Os policiais revisaram as imagens feitas pelas câmeras de vigilância do bar e confirmaram que o incidente ocorreu como Youngblood havia relatado.

O depoimento descreve ainda uma mulher identificada por “Laura Torres”, estava com Ajple no bar e que ela havia dito para o agressor pedir ao idoso para que ele “voltasse para a Rússia”, como uma piada. Ela afirma que não esperava que ele “realmente acatasse o que ela disse”.

Após a prisão, Ajple teria dito à polícia que estava “apenas tentando proteger a todos porque apoia a aplicação da lei e que os apoiadores de Trump são comunistas e racistas”. Ele prosseguiu dizendo: “Eu nem me importo que vou para a prisão. É realmente emocionante e eu tenho mais tempo nesta terra do que ele, de qualquer maneira, ele provavelmente se sente tão bem consigo mesmo”.

Ele foi indiciado por uma acusação de agressão.

Não é a primeira vez que o uso de um chapéu MAGA inspira violência por parte de alguém que discorda da mensagem.

Em fevereiro, um homem em Massachusetts também foi agredido em um restaurante mexicano depois que uma imigrante brasileira chamada Rosaine Santos bateu no boné que estava na cabeça dele e começou a gritar com ele. Segundo relatos, ela foi posteriormente presa pelo Departamento de Imigração e Alfândega (ICE, sigla em inglês).

Em julho de 2018, Kino Jimenez confrontou um garoto de 16 anos com um boné “Make America Great Again”, em um San Antonio Whataburger, no Texas, onde um vídeo registrou o homem supostamente jogando uma bebida na cara do adolescente, usando um insulto racial e depois saindo com o boné, ameaçando queimar. Ele foi preso e acusado de roubo.

Em março de 2019, Ryan M. Salvagno, de 19 anos, foi preso e acusado de agressão e assédio depois de atacar um homem de 81 anos que usava um boné com o mesmo slogan. O idoso estava saindo de um supermercado local com suas compras quando foi confrontado pelo adolescente, que supostamente pegou o boné da vítima. Essa ação desencadeou uma luta que resultou em Salvagno agarrando a vítima pelo braço e jogando ao chão. A vítima sofreu “ferimentos leves”.

Divulgação da Noticia – Site BrazilianTimes – Fonte: Redação Brazilian Times – Foto Reprodução Imagem Internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RECENTES