ICE nega que prisão de condado em NJ esteja transferindo imigrantes

A Cadeia do Condado de Hudson, em New Jersey, disse que apenas três imigrantes detidos foram transferidos para uma instalação em New York e que não houve greve de fome em massa, conforme foi relatado pela mídia.

Autoridades federais e do condado negaram relatos de que dezenas de detentos do Departamento de Imigração e Fiscalização Alfandegária (ICE, sigla em inglês) foram transferidos. Tania Mattos, gerente de política e monitoramento da Freedom for Immigrants para a região nordeste do país, tweetou na sexta-feira, dia 08, que 50 imigrantes foram transferidos para o Centro Correcional do Condado de Orange, em Goshen, NY.

Pouco depois, ela esclareceu que o número era 40. Mas o porta-voz do condado de Hudson, Jim Kennelly, e um funcionário do ICE disseram que apenas três pessoas foram transferidas para uma instalação em NY.

Kennelly também disse que não houve e nem há greve de fome em massa e que apenas um imigrante recusou refeições consecutivas.

“Estou dizendo, como porta-voz do condado, que fui informado pela liderança operacional do Centro de Correções e Reabilitação que três pessoas foram transferidas pelo ICE para o Orange County”, disse. “As transferências entre as instalações do ICE são rotineiras”, acrescentou.

A população de imigrantes neste condado é, atualmente, de 65. O governo federal paga ao condado de Hudson US $ 120 por noite para cada imigrante detido na prisão.

Divulgação da Noticia – Site BrazilianTimes.com – Fonte – Redação Brazilian times – Foto Reprodução Imagem Internet – Mensagem: Diretores negam que houve greve de fome entre imigrantes