Governador Valadares pode ter maior tirolesa do mundo

A Associação Comercial doou o projeto da tirolesa à Prefeitura nesta segunda-feira (8)

O prefeito André Merlo recebeu, na manhã desta segunda-feira (8), das mãos do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares (ACE-GV), Jackson Lemos, o projeto técnico de uma tirolesa no Pico da Ibituruna. A proposta é que esta tirolesa, que seria a maior já construída no mundo, ligue o Pico ao Parque Municipal. O projeto também prevê a construção de uma plataforma de base jump, arvorismo, adventure kids e um paredão de escalada de 10 metros de altura.

Com a doação deste projeto, a Prefeitura agora pode abrir processo de licitação ou chamamento público. “Nossa cidade já tem algumas modalidades de esporte de aventura, como os campeonatos de voo livre, de paraglider, as trilhas e podemos crescer ainda mais, mudar o patamar da nossa Ibituruna com a implantação dessa tirolesa”, avaliou o prefeito André Merlo.

Para Jackson Lemos, presidente da ACE-GV, esta é uma oportunidade de mostrar a cidade para o mundo. ”Estamos transformando Valadares na capital mundial do esporte radical. Com essa visibilidade podemos também trazer mais desenvolvimento para toda a região”, ressaltou.

O projeto foi elaborado pela “Projeto Aventura”, especializada em esportes de aventura e atuante no mercado há 30 anos. De acordo com o diretor técnico da empresa, Sandro Marcos da Silva, Valadares tem toda estrutura necessária para a execução do projeto, que pode gerar um ganho enorme e colocar de vez a cidade na rota mundial de esportes radicais. ”A cidade é bonita, o Pico é impressionante e proporciona totais condições para este tipo de atividade. Temos altura, distância necessária e o desnível. O projeto não vai atingir o meio ambiente, já que são estruturas limpas,” detalhou.

Segundo Murilo Weler, engenheiro responsável pela elaboração do projeto, tudo foi calculado com muito cuidado e atenção. “Nós nos preocupamos com a segurança, o conforto e o prazer do usuário para que ele se preocupe apenas em aproveitar a descida e apreciar a paisagem”.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL), Carlos Teixeira, que recebeu o projeto juntamente com o prefeito, esta é uma oportunidade impar, o primeiro passo de uma conquista que pode representar muito para a cidade. ”Além da Tirolesa que vai ser um marco, teremos também uma plataforma de base jump, que seria a primeira no país, arvorismo e Adventure Kids no Parque Municipal, um paredão de escalada e Via Ferrata que é um itinerário de escadas, cabos e pitões feitas na própria pedra”, enumerou.

Divulgação da Noticia –

O prefeito André Merlo recebeu, na manhã desta segunda-feira (8), das mãos do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares (ACE-GV), Jackson Lemos, o projeto técnico de uma tirolesa no Pico da Ibituruna. A proposta é que esta tirolesa, que seria a maior já construída no mundo, ligue o Pico ao Parque Municipal. O projeto também prevê a construção de uma plataforma de base jump, arvorismo, adventure kids e um paredão de escalada de 10 metros de altura.

Com a doação deste projeto, a Prefeitura agora pode abrir processo de licitação ou chamamento público. “Nossa cidade já tem algumas modalidades de esporte de aventura, como os campeonatos de voo livre, de paraglider, as trilhas e podemos crescer ainda mais, mudar o patamar da nossa Ibituruna com a implantação dessa tirolesa”, avaliou o prefeito André Merlo.

Para Jackson Lemos, presidente da ACE-GV, esta é uma oportunidade de mostrar a cidade para o mundo. ”Estamos transformando Valadares na capital mundial do esporte radical. Com essa visibilidade podemos também trazer mais desenvolvimento para toda a região”, ressaltou.

O projeto foi elaborado pela “Projeto Aventura”, especializada em esportes de aventura e atuante no mercado há 30 anos. De acordo com o diretor técnico da empresa, Sandro Marcos da Silva, Valadares tem toda estrutura necessária para a execução do projeto, que pode gerar um ganho enorme e colocar de vez a cidade na rota mundial de esportes radicais. ”A cidade é bonita, o Pico é impressionante e proporciona totais condições para este tipo de atividade. Temos altura, distância necessária e o desnível. O projeto não vai atingir o meio ambiente, já que são estruturas limpas,” detalhou.

Segundo Murilo Weler, engenheiro responsável pela elaboração do projeto, tudo foi calculado com muito cuidado e atenção. “Nós nos preocupamos com a segurança, o conforto e o prazer do usuário para que ele se preocupe apenas em aproveitar a descida e apreciar a paisagem”.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL), Carlos Teixeira, que recebeu o projeto juntamente com o prefeito, esta é uma oportunidade impar, o primeiro passo de uma conquista que pode representar muito para a cidade. ”Além da Tirolesa que vai ser um marco, teremos também uma plataforma de base jump, que seria a primeira no país, arvorismo e Adventure Kids no Parque Municipal, um paredão de escalada e Via Ferrata que é um itinerário de escadas, cabos e pitões feitas na própria pedra”, enumerou.

Divulgação da Noticia –  Secretaria de Comunicação e Mobilização Social GV – Foto Divulgando o Projeto