Eleitores votam a favor da maconha recreativa em NJ

A maconha continua ilegal em nível nacional, entretanto, 11 estados e Washington, D.C. já legalizaram o uso da droga

Os eleitores em New Jersey aprovaram na terça-feira (3) a emenda constitucional para legalizar o uso recreativo da maconha no estado, em contraste com o esforço lançado por legisladores há 3 anos e preparando o terreno para uma indústria bastante lucrativa no Estado Jardim.

A maconha continua ilegal em nível nacional, entretanto, 11 estados e Washington, D.C. já legalizaram o uso da droga e começaram a vender sem a interferência do Governo Federal. Mais de 30 estados, incluindo New Jersey, também têm programas de maconha medicinal.

USO RECREATIVO E MEDICINAL:

De acordo com estudos científicos, o Canabidiol, extrato da maconha, pode ser utilizado no tratamento de doenças como câncer, aids, glaucoma, crises epilépticas e convulsivas, esclerose múltipla e dores associadas a doenças que acometem o sistema nervoso central.

Ao contrário da discussão sobre a liberação do consumo da maconha para uso “recreativo” (caso em que o usuário pode sofrer de taquicardia, secura na boca e vermelhidão nos olhos, efeitos variados que vão da euforia ao mal-estar e à sensação de infelicidade, delírios e alucinações também são registrados.

Instalada a dependência, surgem crises de abstinência: irritabilidade, insônia, instabilidade de humor e ansiedade).

Diferem as discussões, pois, em seus objetivos. Dizem os especialistas que o Canabidiol, além de ser benéfico para os pacientes portadores de doenças crônicas, não causa vício, dependência ou psicose, por se tratar de um extrato retirado das folhas da maconha.

Divulgaçao da Noticia – Site BrazilianTimes.com – Fonte Redação Brazilian Times – Foto Reproduçao Imagem Internet – Mensagem Os eleitores em New Jersey aprovaram na terça-feira (3) a emenda constitucional para legalizar o uso recreativo da maconha no estado