Cuidar da saúde mental é muito importante durante isolamento social

Com a propagação do coronavírus e as regras impostas pelas autoridades para conter a disseminação, milhões de pessoas estão “trancadas” em suas casas. O problema é que isso pode proteger da contaminação, mas não protege de problemas mentais. Por isso, neste tempo de incertezas, é muito importante ter o apoio de um especialista para manter a mente saudável.

Com este isolamento social, milhares de pessoas passaram a enfrentar não apenas o medo da doença Covid-19, mas também problemas como a depressão e ansiedade.

Diante disso, o médico psiquiatra e psicanalista Dr. Roberto De Paula tem sido uma importante chave no combate a estes problemas psicológicos.

Um profissional respeitado em sua área, ele orienta para que quem estiver com sintomas dos problemas acima citado, procurem ajuda e “não fiquem sozinhos”.

Devido ao fato de que as pessoas não podem ficar saindo de casa, ele atende via internet, Whatsapp e Facetime, para proporcionar maior comodidade. Além disso, o atendimento é em português.

O brasileiro é certificado pela American Board de Psiquiatria e Neurologia.

Para mais informações ou saber como se consultar ligue no telefone (646) 353-6584 ou envie e-mail para Rdepa1@aol.com

QUEM É ROBERTO DE PAULA

Após terminar dois anos de residência em um programa de psiquiatria para adultos, Dr. Roberto De Paula aceitou uma bolsa de estudos em psiquiatria para crianças e adolescentes, no New York City Mount Sinai Hospital, seguido de uma função como Instrutor Senior no Departamento de Psiquiatria no Mount Sinai.

Paralelamente a esta tarefa, Dr. De Paula também se tornou um consultor no Departamento de Pediatria do SIoan-Kettering Memorial Hospital e instrutor de psiquiatria na Cornell Medical School.

Na Cornell, Dr. De Paula ajudou no planejamento e estabelecimento da nova subespecialidade da Psicologia Oncológica e foi professor de missão neste novo campo, em diversas Conferências Médicas Internacionais (Brasil e México), enfatizando a necessidade de intervenção psicológica e tratamento para pacientes (e seus familiares) diagnosticados e tratados para todos os tipos de malignidades.

Dr. De Paula publicou artigos em diferentes revistas médicas sobre o tema da malignidade e o componente emocional da doença. Ele também escreveu um capítulo em um livro de psiquiatra infantil sobre a questão das “alucinações na infância”.

Dr. De Paula se envolveu na medicina internacional coordenando eventos médicos no exterior e associações entre diferentes hospitais brasileiros e presbiterianos de New York.

Atualmente, o Dr. De Paula fornece trabalho de consultoria em Psiquiatria Geriátrica em asilos.

Divulgaçao da Noticia – Site BrazilianTimes.com – Fonte Redação Brazilian Times – Foto Reproduçao Imagem Internet