208 famílias participam de sorteio realizado pela Prefeitura e Caixa

Famílias contempladas com apartamentos no Residencial Olímpio de Freitas conheceram nesta tarde os endereços definitivos de suas moradias próprias

A palavra do dia era expectativa. Na tarde desta quarta-feira (19) 208 famílias aguardavam ansiosas o momento de saber em qual andar, em qual bloco vão morar daqui a aproximadamente um mês. O Residencial Olímpio de Freitas está localizado no Bairro Santos Dummont II em Valadares, e foi construído com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), numa parceria entre Prefeitura e Caixa Econômica Federal (CEF). As famílias contempladas terão o compromisso de quitar os imóveis conquistados efetuando o pagamento de parcelas que poderão variar entre R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme a renda familiar. Dentro de 10 dias os futuros moradores vão fazer uma vistoria nos imóveis apontando itens que faltarem para as devidas providências da construtora.

Domingos Jorge Moreira, foi o primeiro sorteado, ele faz parte da Associação de Amparo e Proteção do Deficiente Físico do Vale do Rio Doce (Aspandi), e disse aliviado que espera poder mudar-se logo. “Para quem paga aluguel conquistar a casa própria é a realização de um sonho, ainda mais sabendo que o apartamento será adaptado da forma que eu preciso, pois já visitei apartamentos de amigos em outros residenciais, e são excelentes”, completou.

O problema de Adelice Rodrigues, além de pagar o aluguel, são as atuais condições da casa em que mora no bairro São Cristóvão. “A casa está com muitos problemas, o telhado tem tantos buracos que eu vejo as estrelas e quando chove molha tudo, estou realizando o sonho de morar no que é meu”, contou. Por enquanto ela está ficando na casa da minha irmã até poder se mudar definitivamente para seu apartamento e nunca mais sofrer com chuvas.

A Diretora do Departamento de Habitação da SEPLAN, Simone de Magalhães, ressalta o quanto está realizada com mais uma etapa cumprida com êxito, do processo de entrega dos residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida. “Trabalhar em uma Administração Pública que prioriza o Programa de Moradia Popular é uma oportunidade ímpar.  Proporcionar moradia com dignidade às essas famílias é um privilégio”, ressalta a Diretora.

Divulgação da Noticia – Fonte Secretaria de Comunicação e Mobilização Social GV – Foto Divulgação da Imagem Internet