quinta-feira, 14 fevereiro, 2019
Início Redação / Manchete Brasileira é condenada à prisão perpetua

Brasileira é condenada à prisão perpetua

Cláudia, que tem 54 anos, terá a oportunidade de solicitar Liberdade condicional quando chegar aos 79 anos

A “ex-brasileira” Claudia Hoerig está agora em um local que vai chamar de casa pelo menos nos próximos 25 anos depois de ter sido condenada pelo assassinato do seu marido, na casa do casal em Newton Falls (Ohio).

Hoerig, de 54 anos, teve uma nova foto tirada quando foi registrada no grande Complexo Reformatório para mulheres em Marysville.

Ela foi sentenciada na sexta-feira a prisão perpétua por ter matado o marido, o Major da Força Aérea Karl Hoerig, em 2007.

A brasileira escreveu várias cartas relatando que estava sendo julgada de forma injusta e que não deram oportunidade para que se defendesse

 

Na semana passada, no dia em que Cláudia estava sendo sentenciada, o juiz Aaron Polster, do Tribunal Distrital dos Estados Unidos, negou sua petição alegando má conduta do Ministério Público.

Ao fazê-lo, o juiz Polster também a proibiu de apresentar novas moções.

“Dada a propensão de Hoerig para tais atitudes impróprias e frívolas, a Corte considera Claudia C. Hoerig um litigante vexatório e a impede de apresentar novas moções, objeções, avisos ou quaisquer outros pedidos neste caso”, escreveu o juiz Polster em sua ordem.

De acordo com os registros da prisão, a detenta de 54 anos será elegível para sua primeira audiência de liberdade condicional em fevereiro de 2044, quando terá 79 anos de idade.

Fonte: Redação Braziliantimes